Os 10 melhores filmes do Vincent Price

vincent price - o mestre do macabro - os melhores filmes de terror clássico - blog got sin 01

Hoje é dia de homenagear um dos meus atores favoritos: Vincent Price, o Mestre do Macabro. É impossível curtir terror clássico e não conhecer esse grande ícone do cinema. Com sua voz marcante e sua elegância melancólica, deu vida aos personagens dos melhores filmes de terror durante várias décadas, consagrando o estilo de vilão aristocrata e gótico.

Foi inspiração para o Tim Burton, atuou em mais de 200 obras cinematográficas, narrou o clipe de Thriller do Michael Jackson, virou personagens de desenhos animados da Disney e Scooby-Doo, interpretou diversas obras do Edgar Allan Poe, participou de algumas produções do Alice Cooper, dentre tantas outras façanhas.

Veio de família rica (donos da famosa National Candy Company, nos EUA), estudou inglês e história da arte em Yale, seguindo inicialmente carreira de professor. Fã de literatura, começou a se interessar por teatro e teve sua estreia nos palcos em 1934, na Inglaterra, quando fazia mestrado em Belas Artes. Era colecionador e mecenas, pois amava a arte em geral e sonhava em levá-la para todos, popularizando-a.

Com um amor profundo pelos clássicos, iniciou sua carreira no cinema em 1938. Por ser um homem alto, elegante e com uma voz profunda, não foi possível limitá-lo a papeis secundários por muito tempo (as regras de Hollywood ditavam que nenhum outro ator podia ser mais alto que o protagonista), fazendo com que ele ganhasse mais notoriedade e destaque a partir de 1946. O seu porte ameaçador relegou-o então para papéis de vilão em thrillers e filmes policiais.

Mas foi em 1953, com o filme “Museu de Cera”, que Price virou ícone e tornou-se um personagem de si mesmo. Com seu porte requintado, voz sinistra, sádico, capaz de atrair sobre si a desgraça (lembrando o típico herói byroniano), vingativo e com propensão ao humor negro.; Nascia ali a sua assinatura, um clássico. Ao contrário dos filmes de terror da época, ele não precisava ser um monstro, desfigurado ou apelar tanto para o sobrenatural, pois sua serenidade e o flerte com a loucura e inteligência o tornavam único.

É extremamente difícil escolher poucas obras favoritas dentre tantas fantásticas, mas procurei fazer esse post com dicas que eu daria para os meus amigos próximos que se interessassem em conhecer o ator. Então aqui está a lista com os 10 melhores filmes do Vincent Price.

MORTOS QUE MATAM – 1964 – trailer
(The Last Man on Earth)

É um filme ótimo para assistir sozinho, principalmente para entrar na mesma atmosfera do personagem principal, o Dr. Robert Morgan, que vive isolado em um mundo apocalíptico onde toda população virou zumbis-vampiros por causa de uma praga que assolou a humanidade. O trabalho de Price aqui é notório, já que o vemos atuando praticamente sozinho o tempo inteiro. Dá para sentir a falta de esperança que o protagonista sente, tendo que viver com medo, culpa, sentimento de impotência e seguindo uma rotina maçante para se proteger da escuridão. É a melhor adaptação do livro “Eu Sou a Lenda” (sim, o mesmo que inspirou o filme homônimo com o Will Smith), do escritor Richard Matheson. Se você é fã de clássicos de terror, PRECISA assistir esse filme! Ele, inclusive, inspirou o George Romero a produzir “A Noite dos Mortos-Vivos”.

.

MUSEU DE CERA – 1953 – trailer
(House of Wax)

É o primeiro filme 3D colorido da história! Mas não se deixe enganar pelo fato de ter efeitos especiais, ele encanta muito mais pelo enredo e incríveis atuações. O personagem do Vincent Price, o Professor Henry Jarrod, é cativante e horripilante ao mesmo tempo, o que ajudou a consagrá-lo como ícone exatamente por essas características. Dono de um museu de cera que expõe cenas realísticas (até demais) de assassinatos famosos – incluindo Maria Antonieta e demais figuras históricas -, é o responsável por chocar e entreter a população local. Uma obra cinematográfica tão bizarra e cheia de detalhes sensacionais que valem a pena assistir ao menos uma vez na vida.

.

 LAURA – 1944 – trailer

Um dos meus film-noir favoritos! Aqui Price não é o protagonista, mas tem uma atuação impecável. A história gira em torno de Laura, uma femme fatale que desaparece, fazendo com que um detetive investigue seu passado e seus ex-namorados para tentar encontrá-la. Todos os homens da história parecem se apaixonar por ela, então várias reviravoltas acontecem na trama. Sou apaixonada pelo figurino e pelas cenas em preto e branco desse filme.

.

A CASA DOS MAUS ESPÍRITOS – 1959 – trailer
(House on Haunted Hill)

Acredito que esse filme assustou muita gente que assistiu no cinema na época do lançamento. Prepare-se para muitos sustos surpresas e desconfiar de todos os personagens. O enredo consiste em um excêntrico milionário (Price, logicamente) convidando cinco pessoas aleatórias para passar a noite em uma mansão assombrada, caso consigam sobreviver, ganharão um prêmio de 10 mil dólares (na época era MUITO dinheiro). A única coisa ruim é que é um filme “curtinho”, apesar de ter 75 minutos. Por mim ele teria durado mais uma horinha, a ponto de poder assustar mais pessoas.

.

O SOLAR MALDITO – 1960 – trailer
(House of Usher)

Aqui inicia sua parceria com Roger Corman e suas adaptações das obras do Edgar Allan Poe. Apesar da história não ser muito semelhante ao que Poe escreveu, é bem fiel ao tom sombrio, louco e sardônico que ele costumava usar, e isso é passado com maestria em todas as cenas. A trama ocorre na mansão dos Usher, onde mora Roderick – que sofre de sérios problemas de ansiedade, fotofobia e hipocondria – e sua irmã gêmea, Madeline – que está com sérios problemas de saúde também. O noivo dela tenta resgatá-la, mas talvez as atividades paranormais que acontecem na casa tentem impedi-lo. Mesmo com baixo orçamento e apenas 15 dias de filmagem, foi um verdadeiro sucesso.

.

FARSA TRÁGICA – 1963 – trailer
(The Comedy of Terrors)

Não podemos esquecer das excelentes comédias de terror que marcaram sua carreira. Essa, por exemplo, tinha ainda a participação do Boris Karloff e Peter Lorre. O papel de Vincent é o desprezível dono de uma funerária que faz de tudo para ter novos clientes. É um cara misantropo, sarcástico e muito mau caráter, mas é impossível não rir com ele (e dele).

.

O CORVO – 1963 – trailer
(The Raven)

Mais um filme do Roger Corman que traz a trindade “Price + Lorre + Karloff” e ainda a presença do Jack Nicholson. Apesar da inspiração na mais famosa obra do Edgar Allan Poe, não há praticamente nada dela ali, apenas o título, uma frase e um nome, de resto é pura comédia intencional. Uma adaptação totalmente livre, onde os atores improvisaram todas as cenas, tanto que a história virou sobre um duelo mágico de bruxos. Pois é. Os (d)efeitos especiais são algo a parte. Tão propositalmente trash que se tornou um cult classic, dá para ver que todos se divertiram muito durante a produção.

.

O RATINHO DETETIVE – 1986 – trailer
(The Great Mouse Detective)

Um dos melhores vilões da Disney só podia ter sido inspirado e dublado pelo Vincent Price. Ele é um rato de esgoto, mas não aceita isso, quer ser nobre e ocupar o lugar da rainha da Inglaterra. (Qualquer semelhança com o Temer não é mera coincidência! Inclusive o penteado, rs) O que eu acho incrível é que muitos fãs das animações da Disney nunca assistiram esse desenho, que é um dos mais inteligentes – cês não sabem o que estão perdendo, gente.

.

MURALHAS DO PAVOR – 1962 – trailer
(Tales of Terror)

São três contos inspirados vagamente nas obras do Edgar Allan Poe, claro, também dirigidos pelo Roger Corman. O primeiro é “Morella”, onde uma jovem visita seu pai e descobre o motivo sombrio dele ter a abandonado quando criança. O segundo é “O Gato Preto”, onde um homem descobre que sua mulher está lhe traindo  – é muito bom, mas tem um toque de comédia, principalmente com a presença do Peter Lorre. Já o terceiro é o melhor de todos, “O Estranho Caso do Sr. Waldemar”. Um mesmerista (interpretado pelo Basil Rathbone) é contratado para manter viva a consciência de um homem após a morte do seu corpo. Esse é o mais “terror” de todos e é o mais próximo das ideias do Poe.

.

O CASTELO ASSOMBRADO – 1963 – trailer
(The Haunted Palace)

Vagamente inspirado no romance “O Caso de Charles Dexter Ward” do H.P. Lovecraft’s (outro dos meus escritores favoritos ♥). O filme começa com um mago sendo queimado vivo pelos aldeões de uma cidade, antes de morrer ele coloca uma maldição sobre todos que ali estão. Mais de 100 anos se passaram e os descendentes desse mago chegam na cidade para herdar o castelo que estava abandonado desde então. Como teve direção do Coreman, o estilo de filmagem e as cenas são incríveis, nem parece que estamos assistindo um filme de baixo orçamento de tão bem feito que são os cenários.

.

BÔNUS – EDWARD MÃOS DE TESOURA – 1990 – trailer
(Edward Scissorhands)

Foi a última vez que ele estrelou no cinema e devido à sua saúde, seu papel teve que ser reduzido. É uma pena, pois acho que ele teria sido um personagem muito importante, já que o Tim Burton é super fã dele desde criança (sua primeira animação chamava-se Vincent e foi dublada pelo próprio Price). Duvido que exista alguém que não tenha assistido esse filme, um clássico da Sessão da Tarde.

Tag: Séries (do Facebook)

Vou copiar a Tayra e responder aqui no blog a tag sobre séries que está rolando no Facebook.

Nunca Assisti

tag séries game of thrones 1

Game of Thrones

Não curto séries e filmes que remetem esteticamente a Idade Média por motivos de: gente suja! É sério, tenho nojinho. hahah Se for uma história interessante até relevo, mas quando é história de fantasia ou guerras (principalmente essa úlitma) eu desisto.

.

Não sinto vontade de assistir novamente

tag series pretty little liars

Pretty Little Liars

A série ainda não terminou, mas é bem difícil de assistir depois de tantos anos esperando por um desenrolar da trama que deixou muito a desejar no final da primeira parte da 6ª temporada – sim, eu aguentei tudo isso! No começo, quando a história era inspirada na série de livros da Sara Shepard, era muito boa, pois fazia sentido, não seguia o padrão politicamente correto e, apesar de ser focada para o público teen, abordava assuntos mais adultos. Mas aí a criadora da parte televisiva, I. Marlene King, começou a distorcer os fatos, fazer confusão, enganar o público e estragou o que poderia ser uma das melhores séries de mistério dos últimos tempos. Hoje é impossível assistir sem ficar virando os olhos em looping.

.

Ninguém que conheça assistiu mas eu gosto

tag series poirot de agatha christie

Poirot de Agatha Christie

Me sinto um floquinho de neve toda vez que falo que amo essa série. Ela durou nada menos do que 24 anos! Sim, VINTE E QUATRO ANOS! Apesar disso, teve apenas 13 temporadas com poucos episódios cada – séries inglesas não seguem o mesmo ritmo das americanas. Como sou a louca dos mistérios e fangirl da Agatha Christie, com certeza sou apaixonada pela trama que segue o meu detetive favorito.

.

Última série que assisti

tag series younger

Younger

Culpa desse post da Anne que me fez ficar viciada! É uma série leve de comédia, do mesmo criador de Sex and The City, o Darren Star, e ainda de quebra tem a mesma figurinista, Patricia Field ♥.

.

Tenho Preguiça

tag series girls

Girls

É impossível descrever a quantidade de roncos mentais que essa série me causa. Só a Lena Dunham já me causaria isso automaticamente, mas junta uma série pretenciosasmente “descolada” e eu viro a Bela Adormecida. Outra série que me causa esses mesmos sintomas: New Girl.

.

Assistiria tudo de novo

tag series veronica mars

Veronica Mars

Uma das melhores séries já feitas! A Veronica é uma das personagens mais badass que uma mulher já representou na televisão. A trama também é muito bem feitinha, nos deixando de boca aberta no final de cada temporada, quando os mistérios são solucionados (principalmente o da 1ª).

.

Uma série que mudou a minha vida

tag series buffy

Buffy

Falando em protagonistas badass, é claro que lembrei da Buffy! Essa série não ocasionou uma mudança muito significativa na minha vida, mas ajudou a corroborar o meu ponto de vista de girl power. Cresci com essa noção e isso se fortalece cada dia mais.

.

Uma indicação

tag series izombie

iZombie

Já falei anteriormente mas volto a repetir: iZombie é demais! Uma mistura de Buffy com Veronica Mars e uma pitada de molho picante humor. Inspirada nos quadrinhos da DC Comics mas escrita e dirigida pelo Rob Thomas, então ele tira sarro o tempo inteiro da própria série e dessa história de zumbis. A Liv (nome irônico da personagem principal) trabalha no necrotério e se alimenta dos cérebros que chegam ali. Toda vez que ela ingere um pedaço do cérebro de alguém, a personalidade do devorado afeta a dela, inclusive ela tem como “efeito colateral” alguns flashes de memória que ajudam a decifrar casos de assassinato.

.

Tenho vontade de começar a assistir

tag series house of cards 3

House of Cards

Na real já comecei, mas parei. Gostei do primeiro episódio, só não tive tempo para terminar de assistir os restantes, já que sempre tenho mil coisas para fazer e mil séries pela metade, então vou procrastinando. Por ter um tema político, ajudou na minha enrolação de “na próxima semana eu assisto”, ainda mais depois dessa onda de mimimi que tem acontecido no nosso país. Mas tô louca para fazer maratona, principalmente pela excelente atuação do Kevin Spacey. ♥

.

Tenho vergonha mas assisto

tag series clueless

Clueless

Não tenho vergonha nenhuma de séries ou filmes. Só coloquei essa aqui pq é uma contraposição muito distante do que costumo assistir. Sempre brinco que tenho cultura hi-lo, de noite assisto Polanski e de dia assisto Patricinhas de Beverly Hills, a série.

.

Vocês responderiam essa tag como?