10 dicas de Filmes para o Halloween

Para falar sobre filmes, convidei o meu irmão William Santini, já que ele é cinéfilo e tem dicas ótimas sempre. Claro que aqui no blog as coisas são mais descontraídas, então não se preocupem com aqueles reviews mimimis de críticos.

Começando com o pé direito, ele selecionou 10 filmes que valem a pena assistir no Halloween. Incluíndo suspenses, terror e alguns clássicos. Preparados?

A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça: É o filme que tem mais a ver com o Halloween. A história é baseada no conto clássico americano com o famoso personagem Ichabod Crane – interpretado por ninguém menos que Johnny Depp. O ambiente escuro dá todo o clima de suspense, como quase todos os filmes de Tim Burton.

– Johnny Depp, Christopher Walken, Christina Ricci, Christopher Lee – Tim Burton

.

O Iluminado: O clássico dirigido por Stanley Kubrick, baseado no livro do mestre do terror Stephen King. Na minha opinião, ele é um dos melhores do gênero. Prepare-se para bons sustos.

-Jack Nicholson – Stanley Kubrick

.

Hora do Pesadelo: Assistam a versão original e não o remake! É escrito e dirigido por Wes Craven, o gênio que criou o Freddy Krueger – o melhor personagem de terror já inventado. Foi o primeiro filme do Johnny Depp. Bons sonhos!

– Johnny Depp, Robert Angle – Wes Craven

.

1408: É um terror psicológico, daquele tipo que confunde loucura e realidade, baseado em um livro do Stephen King. O personagem principal é um escritor cético especializado em casos paranormais de lugares famosos. Ao chegar no hotel ele é avisado para não entrar no quarto 1408, pois coisas terríveis acontecem com quem se hospeda ali. O resto vocês já devem imaginar… só que é muito pior!

– John Cusack, Samuel L. Jackson, Tony Schalhoub – Mikael Håfström

.

A Última Profecia: A história do filme é inspirada na famosa lenda americana do Mothman – o Homem Mariposa. Lendo assim, parece até meio trash, mas o filme tem um ótimo suspense, com cenas bem macabras. Para quem curte lendas urbanas, esse é um ótimo filme.

– Richard Gere, Debra Messing – Mark Pellington

.

A Chave Mestra: Mais um suspense psicológico que te prende até o fim. É impossível adivinhar o que acontece com a personagem durante a trama. Não é aquele tipo de filme clichê que já estamos cansados de assistir, ele é surpreendente e inteligente. Vale a pena assistir, basta acreditar. My grandma and your grandma were sittin’ by the fire…

– Kate Hudson – Iain Softley

.

A Rainha dos Condenados: Lestat, o personagem principal, talvez tenha sido o último vampiro de verdade criado na literatura (cof cof… desculpa crepusculétes). O filme é baseado no livro de Anne Rice e tem a melhor trilha sonora que um filme de terror poderia ter: MUITO ROCK, BEBÊ! Jonathan Davis (Korn), Linkin Park, Static-X, Disturbed e Marilyn Manson. Tudo isso para interpretar o Lestat, vampiro que saiu do túmulo e foi acordado pelo som do metal.

– Aaliyah, Stuart Townsend – Michael Rymer

.

Amigo Oculto: Vocês devem ter percebido o quanto eu gosto de filmes com finais surpreendentes. Pois é, esse é mais um deles. David (Robert) muda-se para uma nova casa com sua filha para tentar recomeçar suas vidas, após o suicídio de sua mulher. A menina tem um amigo imaginário bem inusitado (e perigoso). Come out, come out, wherever you are…

– Robert De Niro, Dakota Fanning, Famke Janssen – John Polson

.

O Ritual: Já aviso que esse filme dá medo se você for sensível. A história é de um padre cético que aprende na marra o que é exorcismo. O negócio é tão complicado que até o Anthony Hopkins é ‘atingido’ no filme. Se você tem medo de mula, não assista.

– Anthony Hopkins, Alice Braga, Rutger Hauer – Mikael Håfström

.

Madrugada dos Mortos: Como falar de Halloween sem mencionar zumbis? Impossível! Nesse filme um grupo de pessoas passa o tempo todo refugiado no shopping, tentando sobreviver a um ataque brutal de zumbis. Ao mesmo tempo, tentam conviver em sociedade, apesar dessa não existir mais. Ótima direção e litros de sangue.

– Sarah Polley, Ving Rhames – Zack Snyder

.

BÔNUS

O Lobisomem: É o remake do clássico de 1941. Por ser uma refilmagem, o filme superou as minhas expectativas, é muito bom. Os lobisomens de verdade estavam extintos dos cinemas, até então. O mais legal é que a história é contada sobre a perspectiva do vilão, que tem seus instintos divididos entre ser um homem e um lobo. Crepúsculo, bite me!

– Anthony Hopkin, Benicio Del Toro, Hugo Weaving – Joe Johnston