Megan Thee Stallion se vinga dos machos escrotos em Thot Shit

Se eu já era fã da Meghan The Stallion, depois de “Thot Shit” eu virei devota total! Além da música poderosa, o vídeo tem uma produção cinematográfica inspirada em alguns filmes que ela ama – tem uma cena do Freddy Krueger que é perfeita! O enredo é aquele que toda mulher livre gostaria de fazer com os homens que as ofendem comentando coisas depreciativas na internet, repudiando a sexualidade feminina enquanto, nos bastidores, se deleitam da imagem delas para a própria satisfação.

“Caras fracassados me odiando de dentro do armário”

“V*dia burra progressista, sua boca deveria ser lavada com água benta.”

No vídeo, Megan e as “hotties” perseguem um político conservador que publicamente repudia mulheres que assumem sua sexualidade. Onde ele vai, elas estarão lá esfregando suas belas rabas na cara dele, inclusive nos sonhos (aí entra a cena inspirada no Freddy Krueger). Elas o humilham e o deixam nu com sua verdade constrangedora, mostrando que a sexualidade delas não sai de sua boca (literalmente).

Eu me senti vingada através da Megan, mesmo que seja em poucos minutos de ficção.

Segundo ela, o novo single “celebra as mulheres assumidamente curtindo elas mesmas, fazendo o que querem, quando querem, independentemente do que os críticos tenham a dizer.”

Obrigada pela representatividade das Hot Girls, Tina Snow!

Já conhece a Azealia Banks?

Assim que eu ouvi Azealia Banks pela primeira vez já virei fã! Achei ela instigante, polêmica e ainda por cima faz músicas maravilhosas.

Adoro esse estilo 90’s dela – acho até que lembra a Naomi CampbellLil’ Kim. Logo que surgiu falavam que ela seria apenas uma nova Rihanna, mas acho que a Azealia vai um pouco mais além e tem bem mais consistência.

Se você não conhece ainda, dá uma olhada nesses clipes:

.

.

.

Também dá para ouvir toda a mixtape Fantasea por aqui:

.

.

É um rap mais pesadinho e porn, mas ela encantou até o Karl Lagerfeld (estilista da Chanel) que a convidou para cantar em sua casa em um de seus jantares para a elite de Paris. (Só imagino a cara deles ouvindo essas letras! haha)

.

E vocês… gostam dela ou preferem outros estilos musicais menos polêmicos?

.

.