fashion rio – verão 2011 – day 1

Desfile totalmente inspirado na África, com muitas estampas étnicas com tons terrosos e azul marinho. Maxi colares, turbantes e desenho geométricos. Eu particularmente não gostei muito, prefiro roupas que valorizem a silhueta feminina ao invés de esconder. Não posso deixar de comentar a tentativa de parecer um desfile da Chanel, que ficou bem óbvia.
Achei legal ele usar apenas modelos negras, pois acho que elas fazem falta na maioria dos desfiles. Os sapatos também estão lindos, com plataformas gigantescas (tendência!).


Um desfile bastante feminino, com um novo estilo romântico moderno e que mais parecia um desfile de bonecas Barbie inspirado em Miami. A tendência de mini comprimentos extremos – tanto nas saias, quanto nos shorts e vestidos – foi o ponto alto da coleção. Tudo super justo e bem estruturado, com algumas peças mais soltas com babados, fluidez, tecidos brilhantes e transparências. Na cartela de cores predominou os pastéis, jeans claros e cítricos desbotados. A estampa geométrica remete as ruas de Miami. As sandálias pastéis receberam um charme extra com discos de acrílico com cores mais fortes na metade do salto, super diferente e futurista. As maxi pulseiras também merecem destaque, já que prometem ser hit nos próximos tempos. Alguns detalhes são bem 80’s/90’s, mas nada caricato.
No meu ponto de vista, foi o melhor desfile do primeiro dia do Fashion Rio. Compraria muitas dessas roupas sem pensar duas vezes, bem o estilo que eu gosto.


Mara Mac se inspirou na destruição-reconstrução, devido a todo o caos causado pela natureza esse ano (terremotos, tsunamis…). Gostei da composição dos tecidos e cortes mais retos. Calça croped, transparência, tricô, cardigans e decote v são as grandes apostas da marca. Cores frias como o nude, branco, cinza se mesclam ao vermelho e verde com equilíbrio e bem pontuadas.
Só a trilha sonora que deveria ser mais animadinha, pois parecia uma marcha fúnebre. Ainda mais que a passarela já estava decorada com cores escuras.

.

A estilista Jacqueline De Biase investiu forte na brasilidade nessa coleção, misturando com toques cubanos se tornou algo até caricato, mas nem por isso feio. Bastante informação nas peças – faixas verde limão, amarrações diferenciadas, estampas e cores fortes. A modelagem está bem dinâmica, agradando facilmente todos os biotipos e gostos. A super maxi pulseira também deu um grito forte nessa temporada da marca, mais uma vez afirmando seu cargo como acessório tendência.
Particularmente, prefiro coisas simples e não sou muito fã de estampas misturadas, por isso não me encantei tanto com esse desfile. Não achei legal a estampa liberty, ainda mais na hot pant, ficou com cara de ‘vovó meets festa junina.

.

Coleção cheia de curvas, peças geométricas e volumosas com bastante transparência. Muito off white e cores cítricas. A marca plagiou se inspirou nos desfiles de spring couture de Valentino e Armani Privé. Não gosto de coisas inspiradas muito parecidas com as originais pq aí é cópia e nem de peças muito conceituais, porque parece coisa de  amador estudante de moda ou recém formado, mas gosto é muito pessoal então respeito o esforço da marca. Ao ver esse desfile eu lembrei muito desta notícia.
A única parte do desfile que eu gostei, foram os sapatos com a meia pata em acrílico, que também foram inspirados em outra grande marca, dessa vez foi a Fendi.

Fashion Rio inverno 2010 – 6º dia

NICA KESSLER

Vídeo do desfile: clique aqui
Inspiração/tema
: homenagem às mulheres baseada no livro “As Brumas de Avalon”.
Modelagem: muitos vestidos – longos fluidos e minis de diversas modelagens, saias de cintura alta – godê e lápis, maxi acessórios,  meia calça brilhante com fios dourados, ombros estruturados com volume de babados, coletes, alfaiataria nas claças, casacos e camisaria. Nos pés ankle boots com laços gigantescos.
Estampa/textura: floral estilizado, babados, laços, brilhos, seda, xantungue, cetim, algodão, microchifon, pele (fake eu espero), lã, plumas.
Cartela de cores: preto, dourado, rosa, cinza, marrom, verde grafite, caqui e bege.
Ponto alto: super girly, ankle com laços, saias, casacos de pele, peças de alfaiataria.
Ponto baixo: vestido quadradinho verde e o preto adornado com babados e plumas.
Minha nota para o desfile:

PATACHOU

Vídeo do desfile: clique aqui
Inspiração/tema
: Joana d’Arc – força e leveza da mulher contemporânea.
Modelagem: silhueta em y – ombros largos com saias e calças justas, peças inspiradas nos detalhes das armaduras (principalmente ombros), minivestidos, calça cenoura, pelerines, parte superior com muita transparência, wet leggings pretas, gola alta, casacos amplos tipo casulo, cintura marcada com cintos finos. Nos pés ankles e knee-hig boots.
Estampa/textura: veludo, tricô, transparência, tecidos brilhantes, pele e brilhos metalizados
Cartela de cores: preto, cinza, azul, berinjela e dourado.
Ponto alto: minivestidos, transparência, anklee e knee-high boots e peças de tricô cinza.
Ponto baixo: casaco tipo esfregão, vestido com “babeiro” drapeado, e vestidos com cintura ovo.
Minha nota para o desfile:

ANDREA MARQUES

Vídeo do desfile: clique aqui
Inspiração/tema
: artista plástica Malu Saddi.
Modelagem: minivestidos (a maioria de manga longa e volumosa – trend alert!), saias tulipa ou godê, ombros estruturados, cintura marcada com cinto fino – por vezes amarrado, calças bag, minisaia com fenda lateral, peças drapeadas, camisaria, casaquetos e macacão. Nos pés, sandálias e abotinados com amarrações.
Estampa/textura: pontos de luz tipo fogos de artifício, transparência, veludo, cetim, plumas, georgette, jersey e algodão.
Cartela de cores: cinza, preto, verde petróleo, nude, azul, laranja, amarelo, caramelo e off-white.
Ponto alto: mini vestidos com mangas volumosas, saia godê com camisa romântica.
Ponto baixo: algumas roupas não valorizaram muito a silhueta feminina ou  a envelhecem.
Minha nota para o desfile:

NEW ORDER

(não foi digulgado nenhum croqui desta colelção) =/

Vídeo do desfile: clique aqui
Inspiração/tema
: universo dos cães.
Modelagem: as roupas foram todas projetadas para dar destaque maior aos acessórios que são o ponto forte da marca. Tiaras com orelhinhas de cachorro, luvas, bolsas (algumas são dog bags), converses de cano alto e baixo (alguns com tachas douradas), sapatos com inspiração nos dalmatas (alguns com coleira), meias e polainas, bolsinhas tipo ipod, colares tipo headphones dourados ou pretos, casacos com capuz de orelhinhas.
Estampa/textura: animais – dálmatas, husky siberiano, listras, tricô, poá vazado, pele (fake eu espero!), moletom.
Cartela de cores: preto, branco, azul cobalto, vermelho, cru, cinza e dourado.
Ponto alto: adorei o desfile – muito divertido e criativo (Cruella de Vil está pulando de alegria com essa estampa de dálmata certamente haha), headphones dourados, sapato com coleira, dog bag, meias e polainas, luvas, capuz, regata podrinha com saia de pele. Super usável!
Ponto baixo: a roupa com estampa de dálamata pode ter ficado um pouco ‘fantasia‘ demais.
Minha nota para o desfile:

ALESSA

Vídeo do desfile: clique aqui
Inspiração/tema
: instrumentos musicais.
Modelagem: vestidos – quadrados, com ombros marcados, ombro só, amplos ou sequinhos; saias – evasê, godê com babados; camisetas com frases divertidas, casacos e coletes curtinhos, acessórios maxi – brincos e colares de teclas de piano, colar de disco de vinil, maxi correntes coloridas.
Estampa/textura: lp’s, cd’s, instrumentos musicais, partituras, frases divertidas, transparência.
Cartela de cores: branco, preto, cinza, amarelo, laranja, vermelho, verde petróleo, azul e marrom.
Ponto alto: minisaias, colar de correntes, e maxiblusa com estampa de sax.
Ponto baixo: não foi muito inovadora.
Minha nota para o desfile:

créditos para as fotos: elle, rgvogue