Megan Thee Stallion se vinga dos machos escrotos em Thot Shit

Se eu já era fã da Meghan The Stallion, depois de “Thot Shit” eu virei devota total! Além da música poderosa, o vídeo tem uma produção cinematográfica inspirada em alguns filmes que ela ama – tem uma cena do Freddy Krueger que é perfeita! O enredo é aquele que toda mulher livre gostaria de fazer com os homens que as ofendem comentando coisas depreciativas na internet, repudiando a sexualidade feminina enquanto, nos bastidores, se deleitam da imagem delas para a própria satisfação.

“Caras fracassados me odiando de dentro do armário”

“V*dia burra progressista, sua boca deveria ser lavada com água benta.”

No vídeo, Megan e as “hotties” perseguem um político conservador que publicamente repudia mulheres que assumem sua sexualidade. Onde ele vai, elas estarão lá esfregando suas belas rabas na cara dele, inclusive nos sonhos (aí entra a cena inspirada no Freddy Krueger). Elas o humilham e o deixam nu com sua verdade constrangedora, mostrando que a sexualidade delas não sai de sua boca (literalmente).

Eu me senti vingada através da Megan, mesmo que seja em poucos minutos de ficção.

Segundo ela, o novo single “celebra as mulheres assumidamente curtindo elas mesmas, fazendo o que querem, quando querem, independentemente do que os críticos tenham a dizer.”

Obrigada pela representatividade das Hot Girls, Tina Snow!

Minhas fotos não são convite para estupro!

Só para deixar bem claro aqui que nenhuma foto minha, por mais pele que apareça, dá aval para alguém me estuprar. Eu não estou pedindo nada, a não ser respeito, para mim e para todas as mulheres. Registro criativo e artístico não é um pedido de estupro e nenhuma mulher deveria sofrer a humilhação que a Mariana Ferrer passou. #justiçapormariferrer