Vídeo novo da Britney Spears – Make Me

Britney Spears Make Me Video blog got sin

Depois de muito tempo esperando, finalmente a Britney Spears lançou o vídeo da música Make Me. O clipe está sendo bem polêmico para os fãs, já que todos esperavam uma versão bem mais sensual, como mostrava algumas cenas que vazaram. Até o diretor não foi mais o mesmo, mudou do David LaChapelle para a Rendee st.Nicholas! Que diferença e que choque.

Essa versão não é tão ruim, tá bem girl power, politicamente correto, algo bem condizente com a personalidade da Britney (mãe de 2 filhos, não a cantora). Porém, eu esperava muito mais – coreografia, conceito, algo bem sexy. Tô tão confusa agora, nem sei direito o que pensar. Se eu gostei dessa versão feminina de As Long As You Love Me (dos Backstreet Boys)? Sim, até curti, mas não para um carro chefe de uma nova era. Apesar de o começo dele ser bem cringeworthy e tirando o fato de que parece muito mais um comercial do que um clipe musical, ficou bem feminino e fofinho, com imagens lindas, a Britney tá maravilhosa – AMEI o figurino com chapéu e blusa de estrelinhas ♥ – MAS… não tem nada a ver com a Britney Spears (cantora lendária e ícone do pop).

Havia boatos de que ela tinha achado o outro vídeo muito promíscuo, se sentiu como um objeto e por isso refilmou tudo de última hora. Eu não acreditava que isso fosse possível, afinal, LaChapelle é um ícone também. Não seria plausível gastar milhões na produção de um clipe para depois fazer outro às pressas. Mas no mundo da Britney tudo é possível! Já aconteceu isso com Gimme More, Work Bitch, Perfume… Então, como fã, estou acostumada com isso. Ela ou (a gravadora dela) sempre se arrepende das coisas muito sexy e polêmicas depois de gravadas. Para o vídeo de hoje, acredito que ela tenha se sentido muito objetificada, visto essas cenas BEEEEEM promíscuas que vazaram do clipe anterior:

Inclusive o conceito anterior combina com a pegadinha que a Britney e os dançarinos fizeram com o Jimmy Kimmel essa semana:

Não acho que faz sentido lançar essa versão soft depois de todas aquelas outras cenas já terem sido vistas pelo público, pois o “estrago” para a imagem da Britney já estaria feito. Então fico decepcionada e triste por começarmos uma nova era com o pé esquerdo, já causando tanta discórdia na fanbase.

O que mais me incomoda nessa versão é as conversas no meio do vídeoninguém vai colocar no repeat, assim como aconteceu com Pretty Girls, o foco foi bem mais nas dançarinas e modelos do que na Britney, a falta de coerência das cenas “quero ser sexy, depois não quero mais ser sexy” – é uma audiência para encontrar um ator de soft porn?, e, por último,  o desperdício de uma música tão maravilhosa quanto essa!

Alguns fãs acreditam que essa é apenas a versão feminina do vídeo, como se fosse uma parte 1. Mas, conhecendo o passado dos lançamentos decepcionantes da carreira dela, não consigo ter esperança para isso. Acredito que ela e o David LaChapelle se desintenderam – ele é super estrelinha e grosso, vale mencionar -, por isso abandonaram o primeiro conceito.

Eu estava preparada para um vídeo icônico em que houvesse várias mudanças de cena, com ela dançando e aparecendo de diversas maneiras. Ia ser tãoooo mais legal! Então, essa versão para meninas de 13 anos foi como um tapa de luva. Na minha opinião, ganharia 3 estrelas de 5, pq não é de todo ruim, mas não é para isso que sou fã da Britney. Deixa essas melosidades infantiloides para a Taylor Swift!

R.I.P. Britney empoderante para as mulheres sexy!
R.I.P. Britney que tinha os melhores clipes do mundo pop.
Vamos ter mais “girl power” água com açúcar e velaZZZ de baunilha.
ZZZZZZZZ

Nova música da Britney Spears – Make Me…

britney spears single cover capa make me ohh música nova lançamento blog got sin
JESUSney VOLTOU!

FINALMENTE SAIU A MÚSICA NOVA DA BRITNEY! AHHHH!

Sem exageros, quase morri de ansiedade a semana inteira, mas hoje foi o recorde. O nervosismo é explicado, todos os fãs estão desesperadamente esperando a Britney Spears retornar, ainda mais que esse single/cd novo/clipe novo é muito importante para a carreira dela por motivos de: TEMOS A BRITNEY BITCH NOVAMENTE!

A música é deliciosa de ouvir, dá vontade de deixar a vida o dia inteiro no repeat! É uma mistura da Britney clássica, que todo mundo ama, com uma pitada de modernidade, sem apelar. Um pop melódico e relaxante, mas ao mesmo tempo dá vontade de sair dançando sem parar – algo que só a Brit consegue magicamente fazer acontecer. Fazia muito tempo que eu não escutava algo TÃO bom e com qualidade, bem digna de realeza do pop mesmo. A última vez que eu vi uma produção tão boa dela foi no álbum Circus (6º álbum), já que não curti o Femme Fatale e nem o Britney Jean (7º e 8º álbuns, respectivamente). Fez jus ao monte de música sexy que foi desperdiçada na carreira dela. A parte do rap com o G-Eazy (eu já era viciada nas músicas dele desde I Mean It) tb deu uma pitada extra de tempero para a canção.

O diretor do vídeo será ninguém menos do que David LaChapelle, o responsável por umas das minhas fotos favoritas de toda a carreira dela, além do clipe de Everytime. Então não espero nada menos do que esse grande artista que adora uma polêmica. ♥ O único problema é que ainda não sabemos quando será lançado – Hoje? Amanhã? Esse mês? Em Agosto? -, assim que eu tiver mais informações compartilho aqui com vocês.

Já dá para afirmar que acabou o pop básico!
Vamos voltar a ter MUITO tempero na música e vídeos.

QUE TIRO!

Compre a música no iTunes.