Meu look: Meet the Ozzy

ozzy-cachorro-border-collie-meu-look-sininhu-sylvia-santini-blog-got-sin-01

Ano passado, depois que o cachorrinho da minha avó partiu, ela estava muito sozinha e triste, sentindo falta de uma companhia. Para curar essa ferida, resolvi dar um novo cachorro para ela – acho que o amor deles é o melhor remédio para tudo – então pesquisei bastante até encontrar um que fosse adequado às necessidades e realidade dela. Queríamos um cachorro grande, pois ela tem pátio com grama, mas que não fosse agressivo – o Mike já a havia mordido recentemente e foi um trauma muito grande, tanto físico quanto emocional, então isso não poderia se repetir. Também precisava ser um filhote, pois seria mais fácil para ele se acostumar com os comandos e rotina dela. Por incrível que pareça, não achei em nenhum lugar um vira-latinha assim, pois a adoção é sempre a primeira opção aqui em casa. Os grandes geralmente já estavam adultos e muitos tinham mistura com raças agressivas, o que dificultaria muito a adaptação com uma senhora de idade. Então, no final das contas, resolvi comprar um Border Collie de um canil confiável.

Eu sei que muitas pessoas vão me jogar pedras e julgar por ter comprado um cachorro, mas acredito que as raças estão aí para suprir certas necessidades de quem ama um cão mas tem restrições. Não compro pela beleza e nem para fazer de acessório, tenho muito respeito pela vida e sei que um vira-lata tem o seu valor tanto quanto um animal de raça – a primeira Lili, a segunda Lili e o Lupi que o digam. Nesse caso foi necessário comprar um padrão específico de personalidade e porte, mas não será menos amado do que qualquer outro cachorrinho.

Processed with VSCO

Essas fotos foram tiradas quando ele chegou, no dia 30 de Outubro, por isso ainda estava bem assustadinho, meio jururu por ter enjoado no carro e desconfiado com tanta gente ao redor dele. Mas alguns dias depois já estava bem adaptado e feliz com a minha avó.

Nem preciso falar que a Vó Ni AMOU a surpresa, né? Ela que é apaixonada por cachorros desde criança, abriu um sorriso que está durando até hoje! No início tínhamos algumas sugestões de nomes para ele, mas ela escolheu Bolt, por causa do desenho da Disney. Como ela tem origem alemã, não conseguia pronunciar muito bem e no outro dia mesmo já pediu para eu escolher outro mais fácil, então decidi colocar Ozzyela nem imagina que seja por causa do cantor do Black Sabbath. 😂

P.S.: Meu look todo rosa é por causa de um evento filantrópico do Outubro Rosa que eu tinha ido pela manhã, então não se assustem com o excesso monocromático.

ozzy-cachorro-border-collie-meu-look-sininhu-sylvia-santini-conjunto-veludo-rosa-blog-got-sin-02

Processed with VSCO

Conjunto veludo: Cativa | Tênis: Vans | Óculos: Renner

Compre Similares:

…….oculos1vansjuicy-couture1juicy-couture2

Anúncios

Top 5 – Melhores Filmes do Ano (2016)

third-man

The Third Man

Como vocês já sabem, sou viciada em filmes noir e esse é um dos mais bonitos do estilo, além de ser um suspense bem intrigante. A brincadeira de sombras do Carol Reed é fantástica, mostrando o clássico filme de perseguição e detetive. Quem também participa da obra é o ator e escritor Orson Welles ♥, então fica difícil não se apaixonar.  Fico muito feliz quando descubro algum clássico desses perdido em um mundo tão cheio de filmes péssimos, é como se eu encontrasse um tesouro enterrado no meio do nada. (Em breve farei um post falando sobre filmes noir ou Orson Welles, daí explico melhor o enredo desse filme.)

 secret-life-of-pets

A Vida Secreta dos Bichos

Nem só de filme cult que se vive! Temos filmes fofíneos também, é claro. Perdi o meu cachorrinho Lupi esse ano, mas fiquei feliz de relembrá-lo ao assistir esse desenho, pois ele é o Max escritinho! Cachorrinho ciumento e grudinho da mamãe, que me esperava na porta até eu voltar, seja do banheiro ou da rua. hahah ♥

.

10-cloverfield-lane-701x394

10 Cloverfield Lane

Amo quando sou surpreendida por lançamentos, já que são pouquíssimos filmes novos que prestam. Esse é um suspense bem bizarro onde estamos tão informados quanto a protagonista, então vamos descobrindo as coisas ao mesmo tempo que ela, do começo ao fim. Ela sofre um acidente de carro e acorda em um bunker onde há um homem que cuida dela, alegando que a encontrou no meio da estrada e a salvou do fim do mundo levando-a para lá. Ficamos sem saber se ela foi sequestrada e o cara é louco ou realmente aconteceu o fim do mundo e ele é um herói. Muito bom!

.

house-on-haunted-hill-02

HOUSE OF HAUNTED HILL

Já falei desse filme no post sobre o Vincent Price. Não assisti ele pela primeira vez esse ano, mas como eu fiz uma maratona especial do ator, achei justo colocar aqui algum deles para simbolizar. Não julguem o meu ano pelo tema macabro dos filmes, apenas amo suspenses. Geralmente são histórias mais elaboradas e inteligentes.

.

la-confidential-1

L.A. Confidential

Falei tanto das femme fatales esse ano que seria impossível não incluir ao menos um filme com esse arquétipo por aqui. Apesar de não haver uma forte nessa película, fala de várias e mostra como elas influenciavam a vida das pessoas comuns naquela época, principalmente em Los Angeles. Um neo-noir do final dos anos 90 onde o foco é a corrupção policial. Foi muito bom rever esse filme com olhos mais maduros.
.

Qual o seu filme favorito em 2016?