Versace homenageia o The Prodigy

Meu desfile favorito é sempre o da Versace! Na temporada de Menswear da primavera 2020, o vocalista do The Prodigy, Keith Flint, foi homenageado juntamente com o pós-punk. O resultado foram looks casuais fáceis de ser inseridos no cotidiano de homens e mulheres, mas ao mesmo tempo puxando alguns limites – afinal, estamos falando de um movimento musical que não curte seguir padrões. Numa trajetória que vai dos anos 70 aos anos 90, podemos ver looks de oncinha, muito couro, franjas, vinil e estampas para todos os gêneros. É a demonstração mais literal do termo “punk de boutique“.

Separei aqui os meus favoritos:

ALFAIATARIA EM COURO

Dá para ser chique e punk no mundo da Versace e eu amei a ideia! Trench coat e blazer de couro é a união de dois opostos que funcionam bem no inverno de quem mora em locais frios e chuvosos mas não gostam de perder a elegância no trabalho. A camisa azul com gravata preta me lembrou bastante a icônica roupa que a Britney Spears usou no vídeo de Me Against The Music, então é claro que adorei ver a Gigi Hadid desfilando uma versão semelhante. Vocês perceberam que o cinto subiu novamente e agora marca a cintura no que seria um cós bem alto? Vale a pena ficar de olho.

JAQUETA DE MOTOQUEIRO

O símbolo da rebeldia! Como eu amo esse modelo de jaqueta perfecto. Agora ela aparece com franjas, combinando com botinhas para as mulheres ou tênis e gravata para os homens. O mix de estilos continua.

BLAZER DE ONCINHA

Os casacos de pele fake de oncinha continuam em alta e agora chegam na versão blazer também, tanto para homens quanto para mulheres. A combinação é um pouco mais ousada, misturando peças de vinil preto e camisa com gravata.

BRILHO + BARRIGA DE FORA

Vocês já estão cansados de ver eu falando há anos que amo barriga de fora, né? Mas adorei a proposta da Versace, com um blazer por cima para balancear. Para os homens a opção é ousar na transparência do tecido para deixar o tanquinho de fora.

FALANDO DE ONCINHA…

A coleção está recheadíssima de peças com estampa de oncinha! Se você é como eu e também ama, pode se jogar pq eles apostam no hit até para os homens.

OS OPOSTOS SE ATRAEM

Não sabe escolher entre o pretinho clássico e o xadrez príncipe de gales? Usa os dois e ainda mistura com couro! Mais uma vez mostrando que alfaiataria não precisa ser sem graça.

MINIVESTIDOS

A coleção trouxe peças sexy, como comprimentos mini, couro e oncinha. Lembram que já expliquei porque as mulheres punks se vestiam assim por causa das strippers, pois ambas eram marginalizadas pela sociedade? (leia mais em: Punks e Strippers pela Moda!) Por isso é importante conhecer história da moda, pois é como a autoanálise na psicologia, descobrimos que tudo tem um motivo por trás. Acho fascinante ter maturidade o suficiente para entender a origem das coisas.

ESTAMPA VERSACE

A clássica estampa da Versace trouxe o motivo barroco em tons bem coloridos, quase neon, fazendo lembrar as raves dos anos 90. É um exagero que combina muito com a moda brasileira, que já está lotada de camisas estampadas, principalmente no setor masculino.

CABELO COLORIDO

Para os homens, o cabelo colorido – símbolo do vocalista do Prodigy – foi o destaque. Uma homenagem ao punk e a modernidade. Vale usar todas as cores, do amarelo ao azul, verde, rosa e vermelho. Escolha a sua favorita e seja feliz.

 

ASSISTA O DESFILE COMPLETO

Pintei meu cabelo de roxo! – Dip Dye

sininhu-sylvia-santini-cabelo-roxo-colorido-keraton-hard-fix-miss-violet-kert-blog-moda-got-sin-02

Em toda a minha vida, nunca imaginei que algum dia eu iria pintar o cabelo com um cor fantasia. Mas cá estou, mordendo a língua e amando essa mudança radical!

Uma vez, cabelo colorido era algo mais fechado para o grupinho dos “alternativos” – emos, roqueiras teens, infantiloides e etc – pois isso não me apetecia tanto essa ideia de estragar as luzes do meu cabelo. Mas hoje acho que esse preconceito ficou para trás, já consigo enxergar esse tipo de tinta como apenas mais uma cor dentre tantas, não importa que seja azul ou castanho. É tipo como os esmaltes, que possuem tantas cores lindas disponíveis e que podem ser utilizados conforme o nosso humor. Sem contar que te liberta daquele padrão de beleza onde todas as mulheres são condicionadas. O meu único arrependimento é de não ter pintado antes o cabelo inteirinho!

Aproveitei que ainda tinha um restinho de luzes no meu cabelo – não faço descoloração desde 2014! – para me arriscar com uma cor bem diferente e divertida. Escolhi o roxo ou violeta, pois como é escuro, ficaria mais discreto com o restante dos meus cabelos naturais, que também são escuros. Na foto parece bem mais chamativa do que é na real, porque ao vivo percebe-se apenas um reflexo violeta nas pontas (lindo!) e todo mundo elogiou, até a minha mãe, que (assim como eu antigamente) era totalmente contra essas “extravagâncias” capilares. Como também pretendo cortar essa parte descolorida em breve, se desse errado eu nem iria me preocupar muito também.

Processed with VSCO

Depois de muito tempo pesquisando sobre tintas, escolhi a Keraton Hard Fix da Kert, na cor Miss Violet. Foi a única marca que respondeu prontamente ao email e me assegurou que o produto não contém glúten, portanto é seguro para celíacos usarem também. 💜 (composição completa aqui)

Como sou super leiga nessas coisas de beleza e nunca havia pintado o cabelo por conta própria antes, me atrapalhei um pouco na hora do preparo. Desperdicei praticamente o conteúdo inteiro das embalagens, pois misturei tudo (como manda na caixinha) mas usei apenas um pouquinho, já que colori apenas as pontas. Dava para usar tranquilamente outras tantas vezes, mas tive que jogar fora o que sobrou por conta desse meu equívoco (depois de misturado não pode guardar por muito tempo). Por isso deixo avisado aqui para que vocês não cometam esse mesmo errinho se forem fazer apenas dip dye ou mechas – utilizem sempre a proporção de 2 partes de emulsão reveladora para 1 de tonalizante. A tinta não é cara, mas como não encontrei essa cor nas lojas da minha cidade, tive que comprar pela internet e o frete foi super demorado.

Ah, e ela não funciona em cabelos escuros! Para a cor pegar mesmo, tem que estar descolorido antes ou ser beeeeeeem loiro naturalmente. O meu castanho escuro não sofreu alteração nenhuma, a tinta pegou bem apenas na parte onde eu tinha luzes.

Ainda não sei como é a fixação dessa tintura, pois pintei há menos de 3 dias. Dizem que ela sai bastante conforme vai lavando no banho, mas até agora continua intacta. Vamos ver como será no decorrer do tempo. Depois eu atualizo o post para contar para vocês sobre esse tópico.

ATUALIZAÇÃO

A cor no meu cabelo durou apenas 10 dias! Depois saiu por completo.
A fixação não é boa, infelizmente. 😒