Hip Hop, street style e a valorização da Moda – Marc Jacobs

marc-jacobs-street-style-estilo-de-rua-cultura-hip-hop-desfile-de-moda-outono-inverno-2017-blog-got-sin-68

Nem preciso assistir todos os desfiles para eleger o meu favorito dessa temporada do NYFW, pois o Marc Jacobs chegou lacrando com tudo. Um belo tapa na cara da nossa sociedade hipócrita, que tinha transformado a moda em bagunça, transferindo-a para segundo plano nos principais eventos das semanas de moda do mundo inteiro.

Com uma simplicidade poética, Marc Jacobs deixou a moda falar por si em um dos desfiles mais minimalistas que ele já produziu. Sem distrações – não tinha música, nem cenário e até os celulares foram proibidos naquele momento – foi claramente uma tentativa de resgate ao que realmente era importante ali: as roupas e acessórios.

marc-jacobs-street-style-estilo-de-rua-cultura-hip-hop-desfile-de-moda-outono-inverno-2017-blog-got-sin-67

Apesar de parecer óbvio o objetivo de um desfile, a maioria dos seus frequentadores está ali por outras conveniências que não são a moda. Virou um evento social oco, onde parece ser mais importante sentar na primeira fila ou dizer que foi naquele evento como uma espécie de troféu fashionista (mesmo não tendo absorvido nada dele). Todos querem ser influentes, mas acabam influenciando apenas mais daquela cultura vazia que vemos aos montes nas colunas sociais de qualquer cidadezinha (e agora no Instagram). Os panos pendurados nas modelos e todo o trabalho daquele estilista acabam relegados.

marc-jacobs-street-style-estilo-de-rua-cultura-hip-hop-desfile-de-moda-outono-inverno-2017-blog-got-sin-60

Então depois desse VRÁ na cara de muitos, começou o show de verdade. A nova coleção foi inspirada no Hip Hop e a importância dele para o desenvolvimento do street style. Marc Jacobs diz que assistiu ao documentário Hip-Hop Evolution na Netflix, que mostra a evolução desse gênero musical dos anos 70 aos 90 e como essa cultura riquíssima foi transferida para o nosso cotidiano naturalmente:

“Como nasci e cresci em Nova York, foi durante a minha época na High School of Art and Design que eu comecei a ver e sentir a influência do hip-hop nas outras músicas e também na arte e estilo. Essa coleção é a minha representação do estilo causal esportivo. É um reconhecimento e um gesto do meu respeito pelo polimento e consideração aplicados à moda de uma geração que será para sempre o fundamento do estilo de rua da cultura juvenil.”

marc-jacobs-street-style-estilo-de-rua-cultura-hip-hop-desfile-de-moda-outono-inverno-2017-blog-got-sin-64

marc-jacobs-street-style-estilo-de-rua-cultura-hip-hop-desfile-de-moda-outono-inverno-2017-blog-got-sin-29

Observando os detalhes, percebemos que tudo foi pensado para ser usado nas ruas mesmo. Não há nada ali que não possa fazer parte do nosso guarda-roupa. Talvez apenas os chapéus exagerados se reconfigurem um pouco, mas gostei que eles tenham aparecido dessa maneira bem evidente, pois é um sinal de que o estilista apostou forte nessa tendência e a gente pode se divertir bastante com peças mais enxutas (sou suspeita para falar, pois eu amo chapéus!). Amei as cores nude, marrom e dourado praticamente dominando a paleta do desfile. Os colares gigantes (bling-bling ♥), os casacos com pelúcia (no caso do desfile, acredito que sejam peles de verdade, infelizmente) e os microcompimentos tocam o meu coração.

marc-jacobs-street-style-estilo-de-rua-cultura-hip-hop-desfile-de-moda-outono-inverno-2017-blog-got-sin-51

marc-jacobs-street-style-estilo-de-rua-cultura-hip-hop-desfile-de-moda-outono-inverno-2017-blog-got-sin-14

marc-jacobs-street-style-estilo-de-rua-cultura-hip-hop-desfile-de-moda-outono-inverno-2017-blog-got-sin-02

marc-jacobs-street-style-estilo-de-rua-cultura-hip-hop-desfile-de-moda-outono-inverno-2017-blog-got-sin-07

marc-jacobs-street-style-estilo-de-rua-cultura-hip-hop-desfile-de-moda-outono-inverno-2017-blog-got-sin-12

marc-jacobs-street-style-estilo-de-rua-cultura-hip-hop-desfile-de-moda-outono-inverno-2017-blog-got-sin-09

marc-jacobs-street-style-estilo-de-rua-cultura-hip-hop-desfile-de-moda-outono-inverno-2017-blog-got-sin-47 marc-jacobs-street-style-estilo-de-rua-cultura-hip-hop-desfile-de-moda-outono-inverno-2017-blog-got-sin-08

marc-jacobs-street-style-estilo-de-rua-cultura-hip-hop-desfile-de-moda-outono-inverno-2017-blog-got-sin-18

marc-jacobs-street-style-estilo-de-rua-cultura-hip-hop-desfile-de-moda-outono-inverno-2017-blog-got-sin-16

marc-jacobs-street-style-estilo-de-rua-cultura-hip-hop-desfile-de-moda-outono-inverno-2017-blog-got-sin-57

marc-jacobs-street-style-estilo-de-rua-cultura-hip-hop-desfile-de-moda-outono-inverno-2017-blog-got-sin-11

marc-jacobs-street-style-estilo-de-rua-cultura-hip-hop-desfile-de-moda-outono-inverno-2017-blog-got-sin-15

marc-jacobs-street-style-estilo-de-rua-cultura-hip-hop-desfile-de-moda-outono-inverno-2017-blog-got-sin-13

marc-jacobs-street-style-estilo-de-rua-cultura-hip-hop-desfile-de-moda-outono-inverno-2017-blog-got-sin-56

Por mais desfiles ricos em cultura e menos futilidade! ❤

i ❤ shopping: liquidação de bolsas na Asos

Uma das minhas lojas virtuais internacionais preferida é a Asos. Sou viciada, principalmente nos sapatos de lá (acho que vocês percebem a minha compulsão por sapatos pelos posts do blog né? hahaha). Mas nem é sobre eles que eu vou falar hoje, e sim sobre as bolsas!

Tive que compartilhar essa notícia com vocês, porque sei que todas as mulheres adoram liquidações baratinhas e principalmente quando tem bolsa ou sapato no meio. E na Asos tem muita coisa barata, de qualidade e sem falar que é tudo muito lindo.

O bom é que essa loja fica na Inglaterra, por isso as liquidações de lá são favoráveis pra nós, porque assim que termina uma estação deles (inverno/verão) começa a nossa. Então conseguimos achar peças de tendências que ainda nem chegaram por aqui, já que as fábricas do Brasil geralmente tem um atraso de algumas temporadas sempre. Ou seja, comprar produtos com preço de liquidação, mas com modelagem super atual! Portanto, é um ótimo investimento. Além de que tudo que é comprado lá, vai ser praticamente exclusivo aqui, já que poucos brasileiros compram nessa loja.

Agora, deixando de lado toda essa parte teórica, vamos ao que interessa, ver os modelos das bolsas! Selecionei algumas que eu achei bonitinhas e diferentes, de diversos valores até $50. Mas no site, vocês encontram centenas de outros modelos lindos.

Para comprar lá é bem simples. Primeiramente, tem que ter cartão internacional para efetuar a compra. Tem que cuidar também, se o preço está em libras (£) ou dólares ($), para depois fazer a conversão em reais corretamente, já que cada moeda tem um valor diferente (1 libra = ±2,68 reais e 1 dólar = ±1,77 reais).

O frete, geralmente custa em torno de $15 (mais ou menos 30 reais), e a entrega demora no mínimo 2 meses para chegar. Então tem que ter bastante paciência para esperar. Muitas vezes a Asos manda um email dizendo que perdeu teu pacote e vai devolver teu dinheiro, e nesse meio tempo chega a entrega na tua casa (já aconteceu comigo ¬¬). Na maioria das vezes, as caixas dos sapatos chegam meio amassadas, com a embalagem aberta e etc, mas o produto mesmo sempre chega intacto (para mim pelo menos foi sempre assim).

O imposto de importação (que geralmente é de 60% do valor da mercadoria) só é cobrado se o produto custar mais de $50, não incluindo o valor do frete junto. Por exemplo, eu comprei um sapato de $49 + frete de $15 e não fui taxada. Mas isso também eu não dou uma garantia de 100%, porque depende muito do carinha que está lá verificando as importações. Até agora ele sempre foi bonzinho comigo e nunca me cobrou nessas condições, hahaha.

Se vocês quiserem, eu faço um post especial igual a esse, com os sapatos que têm lá também. E ensino a converter a numeração internacional para não errar na hora de comprar.