Top 5 – Melhores Filmes do Ano (2016)

third-man

The Third Man

Como vocês já sabem, sou viciada em filmes noir e esse é um dos mais bonitos do estilo, além de ser um suspense bem intrigante. A brincadeira de sombras do Carol Reed é fantástica, mostrando o clássico filme de perseguição e detetive. Quem também participa da obra é o ator e escritor Orson Welles ♥, então fica difícil não se apaixonar.  Fico muito feliz quando descubro algum clássico desses perdido em um mundo tão cheio de filmes péssimos, é como se eu encontrasse um tesouro enterrado no meio do nada. (Em breve farei um post falando sobre filmes noir ou Orson Welles, daí explico melhor o enredo desse filme.)

 secret-life-of-pets

A Vida Secreta dos Bichos

Nem só de filme cult que se vive! Temos filmes fofíneos também, é claro. Perdi o meu cachorrinho Lupi esse ano, mas fiquei feliz de relembrá-lo ao assistir esse desenho, pois ele é o Max escritinho! Cachorrinho ciumento e grudinho da mamãe, que me esperava na porta até eu voltar, seja do banheiro ou da rua. hahah ♥

.

10-cloverfield-lane-701x394

10 Cloverfield Lane

Amo quando sou surpreendida por lançamentos, já que são pouquíssimos filmes novos que prestam. Esse é um suspense bem bizarro onde estamos tão informados quanto a protagonista, então vamos descobrindo as coisas ao mesmo tempo que ela, do começo ao fim. Ela sofre um acidente de carro e acorda em um bunker onde há um homem que cuida dela, alegando que a encontrou no meio da estrada e a salvou do fim do mundo levando-a para lá. Ficamos sem saber se ela foi sequestrada e o cara é louco ou realmente aconteceu o fim do mundo e ele é um herói. Muito bom!

.

house-on-haunted-hill-02

HOUSE OF HAUNTED HILL

Já falei desse filme no post sobre o Vincent Price. Não assisti ele pela primeira vez esse ano, mas como eu fiz uma maratona especial do ator, achei justo colocar aqui algum deles para simbolizar. Não julguem o meu ano pelo tema macabro dos filmes, apenas amo suspenses. Geralmente são histórias mais elaboradas e inteligentes.

.

la-confidential-1

L.A. Confidential

Falei tanto das femme fatales esse ano que seria impossível não incluir ao menos um filme com esse arquétipo por aqui. Apesar de não haver uma forte nessa película, fala de várias e mostra como elas influenciavam a vida das pessoas comuns naquela época, principalmente em Los Angeles. Um neo-noir do final dos anos 90 onde o foco é a corrupção policial. Foi muito bom rever esse filme com olhos mais maduros.
.

Qual o seu filme favorito em 2016?

Anúncios

Top 5 – Melhores Séries do Ano (2016)

Dirk Gently’s Holistic Detective Agency

Essa é a melhor série do ano! Já tinha ouvido falar sobre o seriado inglês de mesmo nome, mas confesso que não tinha despertado o meu interesse. Aí a Netflix anunciou uma versão americana com o Elijah Wood (o Frodo) e eu fiquei super ansiosa pela estreia. É difícil explicar o enredo sem dar spoiler, pois a gente só entende ele de verdade no final, já que é um suspense muito bem elaborado e cheio de “labirintos” psicológicos. Inspirada no livro homônimo do Douglas Adams (o mesmo de ” O Guia do Mochileiro das Galáxias”), ela traz um detetive holístico que resolve casos ao acaso, sem seguir pistas precisas e confiando apenas no destino e onde o universo o levar. Nessa história, ele começa a investigar um caso onde pessoas são mortas na suíte de cobertura de um hotel e parecem ter sido devoradas por um tubarão (que obviamente não teria como chegar até ali). Para quem ama ficção científica, suspense e comédia, com certeza vai gostar. O escritor original criou o livro enquanto escrevia alguns episódios de Doctor Who, então é possível encontrar uma leve semelhança nos personagens e estilo. Também achei que mistura um pouco de Buffy com Sherlock Holmes e Gravity Falls, ou seja: é muito boa!

.

Stranger Things

Tá, eu sei… todo mundo já cansou de ouvir falar que essa série é incrível, então não me estenderei muito para não soar clichê. Como eu amo clássicos do cinema, essa série com certeza ganhou o meu coração esse ano. Só espero que a próxima temporada continue tão brilhante quanto essa.

.

Gilmore Girls

Esse foi o ano de rever todas as temporadas e ainda se deliciar com uma novinha em folha, tão linda quanto as outras antigas. Quando eu era mais nova, acompanhava fielmente os episódios na televisão, me via muito na Rory (pois é, shocking!), pois eu tb era uma pessoa que pensava apenas nos estudos e era toda certinha (como as coisas mudam! hahahaha). Então, ao assistir novamente a série, vi ela com olhos mais maduros e me senti bem mais Lorelai (aliás, melhor personagem!). Gostei muito dos 2 desfechos da série, o anterior e esse atual, mas não posso dar mais detalhes dos motivos para não ter spoilers por aqui.

.

Full House

Aproveitando o embalo de rever as séries, parti para Full House! Fazia tempo que eu queria assistir novamente direto do comecinho sem parar e esse ano eu consegui. O legal é que tivemos mais 2 temporadas novas esse ano, onde o foco não é mais o Tio Jessemuitos episódios da série original ficavam chatos de tanto que ele “roubava” o script, né? – e sim as meninas, que agora estão crescidas e mais engraçadas do que nunca – só faltou a Michelle. A minha personagem favorita sempre foi a Stephanie, pois ela era a mais “real” e se comportava como uma irmã mesmo, sempre aprontando e errando, ao contrário da DJ, que era sempre perfeitinha. Nessa nova temporada, acho uma fofura o Max e não posso deixar de mencionar a excelentíssima Kimmy Gibbler. A segunda parte de Fuller House ficou bem melhor do que a primeira, parece que os produtores capricharam mais no roteiro e a história ganhou mais fluidez até na parte cômica, que lembrou uma mistura de “Friends” com “Sabrina, a Aprendiz de Feiticeira“.

.

That ’70s Show

Uma das minhas séries favoritas nos anos 2000 finalmente chegou ao Netflix no começo de março e eu tive que fazer um revival – como podem perceber, o meu ano foi super nostálgico. É uma comédia bem adolescente, mas não menos interessante por isso. Impossível não rir do Red, Kelso, Jackie, Laurie e Kitty! Na real, todos os personagens são sensacionais, com exceção do Eric, que servia apenas de âncora dramática para a série – e olha que ele era o principal! – e ainda estragou algumas temporadas. Tirando isso, foi ótimo me jogar nessa vibe 70’s que jamais vivi mas já considero pacas! ♥

Qual a sua série favorita em 2016?

Top 5 – Melhores Livros do Ano (2016)

Essa semana será bem nostálgica e repleta de “top 5” dos meus favoritos do ano de 2016. Começando pelos livros!

livro-krause-alimentos-nutricao-e-dietoterapia-top-5-favoritos-blog-got-sin-2

Krause – Alimentos, Nutrição e Dietoterapia

Esse livro já é presença constante na minha vida há anos, pois sempre me interessei muito por nutrição e tenho ortorexia, mas devorei ele ainda mais por conta do meu diagnóstico recente de doença celíaca. É muito difícil encontrar nutricionistas e nutrólogos REALMENTE interessados em acompanhar e investigar especificamente cada paciente que vai ao seu consultório, geralmente usam o padrão de atendimento básico e em alguns casos – como o meu – pode ser necessário um maior aprofundamento de pesquisa e conhecimento. A biologia não é uma matemática exata e cada organismo é único, portanto a generalização de tratamentos é obviamente a pior opção. (Tenho certeza que os celíacos entendem muito bem o que estou falando!) Uma pena, né. Então, na minha opinião, ninguém melhor e mais interessada do que eu mesma em melhorar a minha saúde. Não canso de querer me aprimorar e tenho muita facilidade nessa área, desse modo, quanto mais livros sobre o assunto, melhor. Esse foi apenas um de muitos que li sobre a temática e que serve para ilustrar essa minha situação.

livro-grandes-esperancas-charles-dickens-top-5-favoritos-blog-got-sin-3foto: @beyond.the.book

Grandes Esperanças

Comecei recentemente e ainda não consegui terminar – são 700 páginas! – mas já me marcou bastante, pois é uma leitura bem interessante. Não costumo ler romances ou dramas que não tenham uma boa dose de mistério ou sem um personagem julgado como “louco” pela sociedade, mas esse me prendeu a atenção. Já amava o Charles Dickens por causa do “Oliver Twist”, agora me encantei de vez. O próximo livro que quero ler dele é “O Mistério de Edwin Drood“, cuja história teve que ser finalizada por um médium, já que o escritor morreu subitamente enquanto trabalhava nela. Depois conto para vocês o que achei.

livro-o-sol-e-para-todos-harper-lee-top-5-favoritos-blog-got-sinfoto: @katnisspotterbooklover

O Sol é Para Todos

A Harper Lee faleceu no começo do ano e fiquei com muita saudade da escrita dela. Esse livro marcou a minha vida, juntamento com o filme. A temática também combina com a situação atual do mundo, principalmente dos EUA, onde infelizmente os policiais continuam racistas e ceifando a vida de milhares de negros. Recomendo para todo mundo essa obra-prima fantástica! Temos uma visão pura sobre o preconceito e é um excelente exercício de empatia.

labirinto-08

Labirinto

Esse entrou pela estética, confesso. O meu sonho sempre foi ter o livro do Labirinto igual ao da Sarah no filme (o meu favorito da vida!), com capa de couro e etc, mas até então isso era praticamente impossível no Brasil, a não ser que eu comprasse algum artesanal internacional que custaria os olhos da cara. Então imaginem a minha felicidade ao descobrir que a DarkSide lançou no Brasil essa versão linda e tão perfeita quanto! Comprei na pré-venda mesmo e fiquei super ansiosa aguardando a entrega. É mais lindo ainda pessoalmente!

livro-laranja-mecanica-top-5-favoritos-blog-got-sin

LARANJA MECÂNICA

Já li e reli inúmeras vezes, é um dos meus favoritos, mas esse ano ele me marcou bastante, pois o usei como referência para a criação da minha fantasia de Alex DeLarge no Carnaval. Em um momento tão conturbado da política e da sociedade, combinou perfeitamente com o ano de 2016, como se fosse uma premonição.

Qual o seu livro favorito em 2016?

 

Black November na Zattini

black-november-01

A Zattini já lançou um monte de ofertas para comemorar o mês de novembro e antecipar a Black Friday! Selecionei as minhas peças favoritas, tanto femininas quanto masculinas, para ajudá-los a fazer boas compras.

Ganhe 30 acima de 170 – Aplicado no carrinho

black-november-zattini-melhores-ofertas-sapato-bolsa-feminino-moda-blog-got-sin-cupom-de-desconto

black-november-zattini-melhores-ofertas-roupa-masculina-sapatos-bota-moda-blog-got-sin-cupom-de-desconto

*Com exceção das Marcas: Colcci, Colcci Fitness, Colcci Fun, Capodarte e Santa Lolla. Exceto as categorias/Selos: Beleza, Collection e Combos. Valida somente para itens fornecidos pela Zattini). Validade: 30/11

*publicidade

Britney Spears – Glory (meu review)

Britney Spears Glory novo álbum cd nono blog got sin

O que falar do novo álbum da Britney Spears que eu mal conheço e já considero pacas? ♥

Sério, gente, o Glory é perfeito demais. Depois de uma dupla decepção consecutiva com os álbuns Femme Fatale e Britney Jean, finalmente posso respirar aliviada e afirmar: A BRITNEY VOLTOU! Não ouvia música tão boa assim dela desde o álbum Circus. Todas as faixas do Glory são hiper ultra mega sexy e mostram a evolução sonora da Britney. Ela inovou muitíssimo e ao mesmo tempo nos trouxe o seu estilo clássico, coberto de letras provocativas, gemidinhos e sussurros. Um orgasmo para os ouvidos de qualquer um!

Se vocês ainda não compraram o cd, aproveitem e corram! Vale cada centavo investido. É um pop nada meloso e bem urbano, do jeito que ela sonhava fazer há muitos anos. Lembra bastante o estilo da Rihanna, Ariana Grande, The Weeknd, Selena Gomez e FKA twigs, mas de uma forma bem orginal e moderna. Fiquei arrepiada na maioria das faixas, tamanha emoção! Esqueça todas as farofas que você já ouviu na vida, pois não encontraremos nenhuma por aqui. ♥ Porém, dá vontade de levantar e dançar em todas – e fazer outras coisas mais, hehehe.

.

 1. Invitation | ❤❤❤❤

Uma melodia bem clean e relaxante, mas que ao mesmo tempo nos deixa instigados para ouvir o que mais esse álbum tem para nos oferecer. É literalmente um convite para entregarmos a nossa mente e nos deleitarmos com a Britney. Totalmente diferente de tudo o que já ouvi dela.

2. Make Me (feat. G-Eazy) | ❤❤❤❤❤

Já falei da música e do clipe por aqui. Continuo achando essa música incrível e não canso de ouvir. É uma melodia deliciosamente sexy e com uma letra bem poderosa e safadinha. A parte do G-Eazy é a cereja do bolo. Só falta o vídeo do David LaChapelle.

3. Private Show | ❤❤❤❤❤

Bem divertida e lembra bastante as músicas de cabaret, mas de uma maneira moderna. A Britney brinca com a sonoridade das palavras – isso é tão ela! – e nos mostra seu timbre mais natural. Não é à toa que ela escolheu essa faixa para nomear seu novo perfume.

4. Man On The Moon | ❤❤❤❤❤

Essa letra me arrepiou inteira! Tão linda, tão doce e tão gostosa. Mostra a Britney sonhadora e cheia de esperança. Impossível não amar! “I can’t compete with the stars in the sky, I’m invisible!” (humildeney)

5. Just Luv Me | ❤❤❤❤❤

Sexy as f*! Eu já tinha ouvido um snippet antes e deixava no repeat milhares de vezes de tanto que amei, então imaginem o quanto vou escutar essa música inteira! Me lembrou bastante a sonoridade das faixas safadinhas do In The Zone. É romântica sem ser melosa e sem perder a autoestima.

6. Clumsy | ❤❤❤❤❤

Falando em safadeza, essa letra é muuuuuuuuito dirty! Adoro. E o “oops” meiguinho antes de mudar a batidinha para o refrão? Tão delicado e tão poderoso. “But I love how you go down! Head first and slide it out, again and again” Britney clássica!

7. Do You Wanna Come Over? | ❤❤❤❤❤

Além dessa música já ter ganhado uma coreografia baphônica nos shows dela em Las Vegas, a batidinha é viciante e impossível de resistir. Letra safadinha novamente e digna de ser comparada aos hinos do álbum Blackout.

8. Slumber Party | ❤❤❤❤❤

Hot, hot, hot! Lembra bastante o estilo da Rihanna, meio reggae e tudo. Tá muito boa! Parece que veio direto do álbum Blackout também. As tumblr girls piram!

9. Just Like Me | ❤❤❤

Não curto muito letra de corno, mas a melodia dessa é tão boa que dá vontade de ouvir mais de uma vez. Não é a minha favorita do cd, por isso dei essa notinha mais baixa.

10. Love Me Down | ❤❤❤❤

Lembra muito o estilo da Gwen Stefani com uma pitada de X da Kylie Minogue – por coincidência, eu ouvia muito elas em 2008, junto com o Blackout. Gostei bastante e novamente ela mistura uma batidinha mais tropical com trap music. Fala de como é gostoso e perigoso se envolver com os “caras errados”. Brincar com fogo é perigoso!

11. Hard To Forget Ya | ❤❤❤❤

Tô louca ou o comecinho dessa música lembra Technologic do Daft Punk? Mas o resto é super original e diferente. Gostei bastante pq ela é bem empolgante e sexy. (Vocês já cansaram de ler essa palavra aqui? Desculpa, mas é impossível descrever essas músicas sem usar ela, já que o álbum é todo focado na sensualidade.)

12. What You Need | ❤❤❤❤❤

Uma música super Las Vegas e com uma pegada meio James Brown. Dá vontade de levantar imediatamente, dançar e jogar alguns dados. A voz da Britney aqui lembra bastante o seu primeiro álbum. A batida de funk americano é incrível!

13. Better | ❤❤❤❤❤

Perfeição! Tem uma vibe techno 90’s muito gostosinha e a letra é promíscua como eu tanto amo. Uma das minhas favoritas! Quero ouvir um milhão de vezes. “It’s so much better!”

14. Change Your Mind (No Seras Cortés) | ❤❤❤❤❤

Se você não quiser ultrapassar os limites, a Britney irá fazer você mudar de ideia! Acreditem, essa sonoridade latina caiu muito bem com o estilo dela. Safadeza pura! Ela quer um cara com pegada e sem melosidade. Posso dar 6 corações de nota? 5 é muito pouco!

15. Liar | ❤❤❤❤❤

Será uma resposta ao Justin Timberlake? O clima de faroeste mostra que ela está em duelo com algum ex mentiroso que gosta de lavar roupa suja em público. Mais indireta possível! Até que enfim uma resposta digna para Cry Me a River.

16. If I’m Dancing | ❤❤❤❤❤

A Britney vai bem até no baile funk, gente! FUNK CARIOCA modernão, repaginado no estilo da M.I.A. Confesso que não curtia o estilo, mas com essa música eu tô é ralando a bunda no chão sem parar. hahahah #soudessas

17. Coupure Électrique | ❤❤❤❤❤

Tô apaixonada e intrigada com essa música, já que ela é toda em francês e eu não entendo necas. Só sei que o nome dela significa BLACKOUT,a palavra sagrada para todo fã da Britney! É misteriosa, instigante, viciante e bem lentinha.

.

NOTA FINAL:
❤❤❤❤❤

.

Me contem o que vocês acharam!

.

Compre o álbum Glory no iTunes ou GOOGLE PLAY.

Tag: Séries (do Facebook)

Vou copiar a Tayra e responder aqui no blog a tag sobre séries que está rolando no Facebook.

Nunca Assisti

tag séries game of thrones 1

Game of Thrones

Não curto séries e filmes que remetem esteticamente a Idade Média por motivos de: gente suja! É sério, tenho nojinho. hahah Se for uma história interessante até relevo, mas quando é história de fantasia ou guerras (principalmente essa úlitma) eu desisto.

.

Não sinto vontade de assistir novamente

tag series pretty little liars

Pretty Little Liars

A série ainda não terminou, mas é bem difícil de assistir depois de tantos anos esperando por um desenrolar da trama que deixou muito a desejar no final da primeira parte da 6ª temporada – sim, eu aguentei tudo isso! No começo, quando a história era inspirada na série de livros da Sara Shepard, era muito boa, pois fazia sentido, não seguia o padrão politicamente correto e, apesar de ser focada para o público teen, abordava assuntos mais adultos. Mas aí a criadora da parte televisiva, I. Marlene King, começou a distorcer os fatos, fazer confusão, enganar o público e estragou o que poderia ser uma das melhores séries de mistério dos últimos tempos. Hoje é impossível assistir sem ficar virando os olhos em looping.

.

Ninguém que conheça assistiu mas eu gosto

tag series poirot de agatha christie

Poirot de Agatha Christie

Me sinto um floquinho de neve toda vez que falo que amo essa série. Ela durou nada menos do que 24 anos! Sim, VINTE E QUATRO ANOS! Apesar disso, teve apenas 13 temporadas com poucos episódios cada – séries inglesas não seguem o mesmo ritmo das americanas. Como sou a louca dos mistérios e fangirl da Agatha Christie, com certeza sou apaixonada pela trama que segue o meu detetive favorito.

.

Última série que assisti

tag series younger

Younger

Culpa desse post da Anne que me fez ficar viciada! É uma série leve de comédia, do mesmo criador de Sex and The City, o Darren Star, e ainda de quebra tem a mesma figurinista, Patricia Field ♥.

.

Tenho Preguiça

tag series girls

Girls

É impossível descrever a quantidade de roncos mentais que essa série me causa. Só a Lena Dunham já me causaria isso automaticamente, mas junta uma série pretenciosasmente “descolada” e eu viro a Bela Adormecida. Outra série que me causa esses mesmos sintomas: New Girl.

.

Assistiria tudo de novo

tag series veronica mars

Veronica Mars

Uma das melhores séries já feitas! A Veronica é uma das personagens mais badass que uma mulher já representou na televisão. A trama também é muito bem feitinha, nos deixando de boca aberta no final de cada temporada, quando os mistérios são solucionados (principalmente o da 1ª).

.

Uma série que mudou a minha vida

tag series buffy

Buffy

Falando em protagonistas badass, é claro que lembrei da Buffy! Essa série não ocasionou uma mudança muito significativa na minha vida, mas ajudou a corroborar o meu ponto de vista de girl power. Cresci com essa noção e isso se fortalece cada dia mais.

.

Uma indicação

tag series izombie

iZombie

Já falei anteriormente mas volto a repetir: iZombie é demais! Uma mistura de Buffy com Veronica Mars e uma pitada de molho picante humor. Inspirada nos quadrinhos da DC Comics mas escrita e dirigida pelo Rob Thomas, então ele tira sarro o tempo inteiro da própria série e dessa história de zumbis. A Liv (nome irônico da personagem principal) trabalha no necrotério e se alimenta dos cérebros que chegam ali. Toda vez que ela ingere um pedaço do cérebro de alguém, a personalidade do devorado afeta a dela, inclusive ela tem como “efeito colateral” alguns flashes de memória que ajudam a decifrar casos de assassinato.

.

Tenho vontade de começar a assistir

tag series house of cards 3

House of Cards

Na real já comecei, mas parei. Gostei do primeiro episódio, só não tive tempo para terminar de assistir os restantes, já que sempre tenho mil coisas para fazer e mil séries pela metade, então vou procrastinando. Por ter um tema político, ajudou na minha enrolação de “na próxima semana eu assisto”, ainda mais depois dessa onda de mimimi que tem acontecido no nosso país. Mas tô louca para fazer maratona, principalmente pela excelente atuação do Kevin Spacey. ♥

.

Tenho vergonha mas assisto

tag series clueless

Clueless

Não tenho vergonha nenhuma de séries ou filmes. Só coloquei essa aqui pq é uma contraposição muito distante do que costumo assistir. Sempre brinco que tenho cultura hi-lo, de noite assisto Polanski e de dia assisto Patricinhas de Beverly Hills, a série.

.

Vocês responderiam essa tag como?

Os 5 melhores contos e poemas do Edgar Allan Poe

edgar allan poe - os 10 melhores contos - terror - ficção científica - livros - favoritos - blog got sin

Hoje é aniversário de um dos meus escritores favoritos, Edgar Allan Poe. Como praxe, fiz esse post para homenageá-lo. Apesar de sua fama internacional e grande relevância para a literatura da língua inglesa, sei que aqui no Brasil não é todo mundo que conhece, por isso aproveito para apresentá-lo e incentivar a leitura de seus contos e poemas. Posso antecipar que são incríveis!

Poe não se limitou a estabelecer novos padrões, ele mudou o curso da arte subsequente, aperfeiçoando paradigmas literários. Foi o responsável por inventar os contos de terror americano e é considerado o pai do gênero de ficção policial, sabendo dosar a melancolia, o macabro, mistérios e romance em cada texto, sem deixar apelativo e caricato. Também leva o crédito de ter contribuído para o gênero de ficção científica.

Para quem ainda duvida da importância dele no mundo dos livros, saiba que ele influenciou os melhores escritores, como: Arthur Conan Doyle, Jules Verne, Oscar Wilde e muitos outros.

Começou a sua carreira de maneira humilde, lançando anonimamente uma coleção de poemas chamada “Tamerlane e Outros Poemas“, em 1827, com apenas 18 anos. Trocou seu estilo para a prosa e passou diversos anos trabalhando para jornais, tornando-se famoso pelas suas críticas literárias.  Tentava ganhar a vida com seus contos, mas alcançou sucesso apenas depois de lançar o famoso “O Corvo” (The Raven) em 1845. Mesmo assim, morreu pobre, em 1849, com apenas 40 anos. A causa de sua morte até hoje é um mistério e muitas são as especulações.

O que destaca a sua obra e a faz permanecer tão convincente é que o Edgar Allan Poe não dependia de monstros ou cenários irreais, tudo era (alguns ainda são) muito plausível para a época; ele próprio é o louco, o perseguidor, o proscrito, o detetive e, sobretudo, o artista que fez o trabalho de sua vida um mergulho mais profundo para as fraquezas humanas, obsessões e más ações.

“Palavras não tem poder de impressionar a mente sem o requintado horror da realidade.” — Edgar Allan Poe

Antes de começar a falar sobre os meus favoritos, devo ressaltar que gosto de ler os poemas e contos em inglês mesmo, assim como foram escritos. Até acho que há traduções ótimas, mas sinto que perdem a sonoridade e às vezes até o sentido. Aliás, amo ouvi-los para dormir, principalmente na voz do Christopher Lee. ♥

Deixando de lado o estilo Wikipédia do post, vamos ao que importa: a lista que fiz com os 5 melhores contos e poemas do Edgar Allan Poe. ♥

A Dream Within’ a Dream – 1849

“It’s all that we see or seem,
nothing but a dream within’ a dream?”

Um dos últimos poemas escritos por Poe e o meu favorito. Ele questiona o que é realidade e o que é fantasia. Será que nossa vida é apenas um sonho dentro de um sonho? Adoro tudo o que questiona a lógica, principalmente quando envolve a questão da mente e uma analogia metafísica sobre a nossa existência. (versão de áudio aqui)

.

edgar allan poe - o corvo - os 10 melhores contos - terror - ficção científica - livros - favoritos - blog got sin

The Raven – 1845

“Nevermore.”

O poema mais clássico do Edgar Allan Poe e um dos mais geniais, tanto sonoramente, com suas rimas super bem elaboradas e jogos fonéticos, quanto pela questão de sentido ambíguo e complexo. O corvo da história representa a morte e o pesar do personagem, que sofre pela perda de sua mulher amada, Lenore. É tão genial e profundo quanto macabro! Esse é o meu favorito para ouvir antes de dormir. ♥ (versão de áudio aqui)

.

Os Assassinatos da Rua Morgue – 1841

“‘The riddle, so far, was now unriddled.'”

É a primeira história de detetive moderna e traz o personagem C. Auguste Dupin, um parisiense que prova ser mais inteligente do que todo mundo, usando evidências e deduções para desvendar os seus casos. Nesse conto, ele irá investigar o assassinato de duas mulheres, consagrando a fórmula mais importante do gênero de ficção policial: o leitor não é capaz de encontrar o assassino antes da conclusão final, apesar de ter acesso às mesmas pistas que o detetive da história. Dupin foi a inspiração para Doyle na hora de criar o Sherlock Holmes. Eu amo suspenses, mas esse tem uma pitada de humor bem surpreendente no final.

.

edgar-allan-poe---a-queda-da-casa-de-usher---os-10-melhores-contos---terror---ficção-científica---livros---favoritos---blog-got-sin-12

A Queda da Casa de Usher – 1839

“I feel that the period will sooner or later arrive
when I must abandon life and reason together,
in some struggle with the grim phantasm, FEAR.”

Praticamente cada imagem, cada ação, cada palavra é importante e dedicada para a invocação de pavor, e o suspense segue nos deixando intrigados até o final. A história se passa na mansão dos Usher, onde mora Roderick – que sofre de sérios problemas de ansiedade, fotofobia e hipocondria – e sua irmã gêmea, Madeline – que está com sérios problemas de saúde também. Um amigo de infância tenta resgatá-la, mas talvez as atividades paranormais que acontecem na casa tentem impedi-lo.

.

edgar-allan-poe---o-gato-preto---os-10-melhores-contos---terror---ficção-científica---livros---favoritos---blog-got-sinO Gato Preto – 1843

“There is something in the unselfish and self-sacrificing
love of a brute, which goes directly to the heart of him
who has had frequent occasion to test
the paltry friendship and gossamer fidelity of mere Man.”

Esse conto parece demonstrar um dos maiores medos do Poe: que seu alcoolismo o fizesse perder o controle ao ponto de envenenar sua personalidade. O narrador é um alcoólatra que ao beber demais, perde o controle e torna-se violento e perverso, cometendo alguns atos extremamente abomináveis. Fala sobre culpa e condenação, inclusive serviu de inspiração para as obras de Dostoyevsky. Mostra também a grande ironia de que mesmo o “amor mais altruísta e abnegado” não consegue mover seu coração e, eventualmente, até mesmo as criaturas mais amorosas não conseguem sentir pena dele. Ele é o único infiel, aquele que oferece uma “amizade mesquinha e fidelidade corrompida”.

.

As 10 melhores músicas do David Bowie

as 10 melhores musicas do david bowie camaleao do rock blog got sin

.
Com a notícia mais chocante dos últimos tempos, escrevo esse post com muita tristeza no coração… David Bowie morreu. Deixou o mundo em um grande ato, como era de seu costume. Lançou o último álbum Blackstar no seu aniversário, 8 de janeiro, e um dia antes o clipe de Lazarus onde já estava prevendo a morte, tentando anunciar aos fãs de forma silenciosa e artística que poderia partir em breve.

Um gênio, um louco, um revolucionário. O mundo não seria o mesmo sem a presença desse artista transgressor fenomenal. Cresci escutando ele, principalmente a trilha sonora do Labirinto – que é o meu filme favorito. Já mencionei por aqui antes que o David Bowie também foi o meu primeiro crush por causa do personagem Jareth, o Rei dos Duendes. Espero que ele descanse em paz e que suas canções ecoem pela eternidade. Deixo aqui uma pequena homenagem com as minhas 10 músicas favoritas do David Bowie.

1 – As The World Falls Down
but i’ll be there for you-uh-uh. as the world falls down. falling. falling in love.

Não sou uma pessoa romântica, mas essa música embalará a primeira dança do meu casamento. Ainda não escolhi o noivo, nem tô pretendendo casar tão cedo, mas é essa e ponto. Decidi ainda criança. ♥

.

2 – Underground
it’s only forever. not long at all.

Mais uma da trilha sonora do Labirinto. Dá vontade de sair correndo na chuva sempre que escuto.

.

3 – Within You
you starve and near exhaust me. i move the stars for no one. you’ve run so long. you’ve run so far.

Essa música me ensinou a ter prazer em controlar os homens canalhas como bonequinhos e sempre tê-los na palma da mão. HAHAHAHA #maldades

.

4 – Magic Dance
what kind of magic spell do you? dance, magic dance!

Uma das minha paixões é a dança e essa música tem uma grande parcela de culpa. Impossível escutar sem levantar e dançar! (P.S.: Sempre ficava na frente do espelho invocando o Jareth para levar meu irmãozinho, mas infelizmente nunca funcionou! hahahaha)

.

5 – The Man Who Sold The World
oh no, not me. i never lost control.

A maioria conhece essa música por causa do cover do Nirvana (que agora está na moda dizer que é fã), mas gosto dessa música por achá-la sexy.

.

6 – Changes
turn and face the stranger. ch-ch-changes.

Acredito que todas as mudanças são positivas, por mais que pareçam negativas no início.

.

7 – Starman
there’s a starman waiting in the sky. he’d like to come and meet us. but he thinks he’d blow our minds.

David Bowie era obcecado pelo céu tanto quanto eu.

.

8 – Space Odity
now it’s time to leave the capsule if you dare.

Aqueles que ousam sair do convencional conseguem ver a vida de uma forma diferente e nunca mais voltam ao “normal”. A mais pura verdade.

.

9 – Sex & The Church
give me you’re freedom of spirit and the joy’s of the flesh of sex sex sex and the church.

É óbvio que eu amaria algo que envolve esse tipo de polêmica! Bowie tinha compulsão pelo desrespeito aos códigos morais, assim como eu. ♥

.

10 – The Next Day
now demanding fun begin of his women dressed as men for the pleasure of that priest.

Esse é o melhor vídeo do David Bowie! Tem a participação da Marion Cotillard, como uma prostituta com estigmas de cristo, e do Gary Oldman, como um padre pervertido. Tem tanta mensagem subliminar nessa igreja/prostíbulo que não sei nem quando começar a bater palmas! Gênio criativo puro.

BÔNUS: Lazarus

look up here, i’m in heaven
i’ve got scars that can’t be seen
i’ve got drama, can’t be stolen
everybody knows me now

look up here, man, i’m in danger
i’ve got nothing left to lose
i’m so high it makes my brain whirl
dropped my cell phone down below
ain’t that just like me?

by the time i got to New York
i was living like a king
then i used up all my money
i was looking for your ass
this way or no way
you know, I’ll be free
just like that bluebird
now ain’t that just like me?
oh I’ll be free
just like that bluebird
oh I’ll be free
ain’t that just like me?

R.I.P. :(