H&M – peças que não são vendidas vão para o lixo

Estou tão chocada, igualmente a maioria das pessoas que leu essa reportagem no New York Times de ontem (06/01). Nela diz que foi feita uma descoberta chocante na famosa loja de fast fashion H&M, localizada na Manhattan’s Herald Square em Nova York.

Ao invés da loja fazer uma liquidação com as peças mais famosas da estação, eles preferiram jogar no lixo tudo aquilo que não foi vendido. Sim, vou repetir: jogaram no lixo roupas nunca usadas antes, em bom estado apenas para não desvalorizá-las (wtf?) em uma liquidação. Como se não fosse suficiente esse roupicídio, ainda cortaram todas as peças com tesouras para terem certeza absoluta de que elas nunca mais poderiam ser usadas ou vendidas!

Revirando os sacos de “lixo”, a professora universitária Cynthia Magnus encontrou luvas com dedos cortados, sapatos de couro no estilo mary jane (para crianças pequenas) com furos de tesoura, jaquetas masculinas com costas e mangas totalmente dilaceradas, além de várias peças que custavam em torno de $59, $79 e $129, todas destruídas.

Com a crise que os EUA vem passando e bilhões de pessoas carentes no mundo, mesmo assim eles preferiram jogar montanhas de sacos de lixos recheados de roupas  usáveis (até antes de serem fatiadas) ao invés de doar. Quem entende uma coisa tão ridícula como essa? É vergonhoso e humilhante.

E sabem o que deixa essa história mais triste/sádica? Na esquina próxima a essa loja, há um estabelecimento chamado New York Cares, que é um lugar que aceita doações e ajuda pessoas carentes que vivem em Nova York, e anualmente eles fazem uma campanha para receberem doações de casacos e roupas de inverno (justamente aquilo que a H&M teve a audácia de jogar fora).

Mas esse tipo de atitude mesquinha é muito comum pelo mundo, principalmente nos EUA, pois o lixo do Wal-Mart (outra grande loja) apresenta cenas semelhantes a essa com produtos danificados estratégicamente para assim, se transformarem em lixo.

Isso só demonstra que os seres humanos já não são mais capazes nem de fingir que se importam com seus semalhantes.

(podiam ter doado para mim as peças Jimmy Choo ao menos né ¬¬ )

Anúncios

14 comentários sobre “H&M – peças que não são vendidas vão para o lixo

  1. jonas disse:

    Nos dias de hoje nada justifica tamanha insensibilidade. Já está mais do provado que para se viver bem é preciso fazer o bem.

    Ou seja, tudo que fazemos uns aos outros seja em que medida for acaba retornando para nós mesmos – ou no minimo para aqueles que nos são caros – do mesmo jeito que fizemos.

    ” And in the end the love you take is equal to the love you make” The Beatles.

    Grandes abraços

    Jonas http://www.jotagebece.blogspot.com

    Curtir

  2. @joao1gabriel disse:

    Indignação , O Brasil segue o mesmo exemplo só que com alimentação de restaurantes , os proprietários não podem doar aquilo que não consumido pelos clientes porque se algo estiver estragado , ele pode ser processado , isto é claro inibe a doação de comida que serão desperdiçadas em vários lixões.

    Curtir

  3. Gilson disse:

    Lamento, mas não acho nada de estranho nisso. O capitalismo vive da exploração do próximo, e para esse sistema quem não está no mercado (= consumidores) não existe. Preocupar-se com os necessitados, solidariedade humana? Não, isso não dá lucro. Criar necessidades que não temos, futilidades inúteis, ah sim, isso é lucrativo. E depois foi o socialismo que não deu certo …

    Curtir

    • sininhu disse:

      não vejo o capitalismo assim tão radical como tu vê…
      acho que se preocupar com necessitados + solidariedade podem sim ser positivos ao capitalismo, afinal se uma grande empresa faz grandes doações acaba virando notícia e muitas pessoas vão comprar com eles devido ao ato e/ou a propaganda gerada pelo mesmo.

      socialismo é bonitinho no papel, bem como o capitalismo. precisamos de um meio termo entre os dois.

      Curtir

  4. william haddad disse:

    grande coisa tô pouco me lixando grande coisa umas roupinhas chechelentas sem gosto um ho-rror mau gosto demodê um lixo

    Curtir

    • sininhu disse:

      uma roupinha “chechelenta” que poderia acabar com o frio de muita gente necessitada.

      e se vc acha Jimmy Choo uma marca “chechelenta” é pq não entende NADA de moda!
      hauhauhauhua

      H&M não é luxo, mas tb não é lixo.

      Curtir

  5. gabiwegner disse:

    Como as pessoas tem a capacidade de fazer isso? Tanta gente precisando e eles jogando fora! Todo ano eu pego as minhas roupas e sapatos que não servem mais e dou para as pessoas carentes, isso que eu nem sou tão bem de vida! As minhas roupas, geralmente eu ganho de natal e aniversário, de vez em quando a minha mãe me dá uma blusinha, uma calça mais nada de mais! Isso é um absurdo! Eles tem um monte te dinheiro e jogam as coisas fora! Ninguém merece!

    Curtir

  6. Cristiano disse:

    Vocês concordam que fazer liquidação ou doar as roupas desvaloriza a marca, certo?
    Então. A diferença dessa loja e todas as outras é que eles tiveram menos cuidado ao jogar a mercadoria no lixo.

    Curtir

    • sininhu disse:

      eu não concordo!
      fazer liquidação é normal para uma loja.
      a roupa tem um prazo máximo para ser vendida, ela entra em liquidação sem desvalorizar pois geralmente custa o preço que realmente vale ou deveria ser vendida primordialmente.
      a peça perde o valor com a troca de estações/tendências, mas não precisa ser jogada no lixo.

      eles lucrariam mt mais fazendo uma doação grande a alguma instituição, pois haveria muita propaganda e ddivulgação em cima disto.

      Curtir

O que achou do post? Comenta aí:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s